"acho que Emerson escreveu algures que uma biblioteca é uma espécie de caverna mágica cheia de mortos. e esses mortos podem renascer, podem voltar à vida quando abrimos as suas páginas." [BORGES, Jorge Luis in Este ofício de poeta]
Segunda-feira, 29 de Julho de 2013
Músico da semana: JJ Cale

 

JJ Cale, nome artístico de John Weldon Cale (Tulsa, Oklahoma, 5 de dezembro de 1938 – San Diego, Califórnia, 26 de julho de 2013), foi um músico estadunidense. É conhecido por ser o autor de duas canções de sucesso na carreira solo de Eric Clapton, "After Midnight" e "Cocaine", e também de hits do grupo Lynyrd Skynyrd como "Call Me The Breeze" e "I Got the Same Old Blues". Foi um dos pioneiros do Tulsa Sound, género que mescla blues, rockabilly, música country e jazz. [ler mais]

 

 

 

J. J. Cale (1938-2013): o criador de sucessos alheios

 

Guitarrista e compositor, escreveu grandes canções, como Cocaine ou Call Me the Breeze, que Eric Clapton, os Lynyrd Skynyrd e outros tornaram célebres. Génio discreto, J. J. Cale foi um dos criadores do género musical Tulsa Sound e influenciou várias gerações de músicos, de Neil Young a Mark Knopfler.

Autor de canções celebrizadas por outros, o guitarrista, compositor e cantor J. J. Cale (1938-2013) morreu sexta-feira num hospital da Califórnia, aos 74 anos, na sequência de um ataque cardíaco.

John Weldon Cale, que adoptou o nome artístico de J. J. Cale, nasceu em Tulsa em 1938, e ajudou a criar um novo género musical que adoptaria o nome da sua cidade natal, no estado de Oklahoma: o Tulsa Sound, uma singular mistura de blues, country e jazz com o rockabilly dos anos 50. Já o estilo peculiar de Cale ficou conhecido como laid back, ou seja, descontraído, relaxado.

O próprio Cale explica numa entrevista que as suas primeiras influências musicais foram os discos de rockabilly que vinham de Memphis, e músicos de blues, como Clarence Brown ou Billy Butler. “Ao tentar imitá-los, falhei e acabei por criar uma coisa minha”, resume. 

Tendo-se sempre considerado essencialmente um guitarrista, que apenas se decidiu a escrever canções para ganhar algum dinheiro, Cale interpretou os seus próprios temas, mas foram quase sempre as versões de terceiros que os tornaram famosos. Os exemplos mais óbvios são After Midnight ou Cocaine, imortalizados por Eric Clapton, mas muitos outros cantores e bandas adoptaram canções de Cale, como Johnny Cash, Santana, o malogrado grupo rock Lynyrd Skynyrd, os Deep Purple ou os The Band. Só o tema After Midnight teve uma dezena de versões, tendo sido gravado, entre outros, por Chet Atkins, pelo grupo feminino The Shirelles e pelo músico brasileiro Sérgio Mendes.

O estilo “relaxado” de Cale influenciou ainda músicos como Neil Young – que o considerava, a par de Jimy Hendrix, um dos dois melhores guitarristas que alguma vez vira actuar – ou o líder dos Dire Straits, Mark Knopfler, que também reconheceu publicamente a sua dívida ao músico de Tulsa, bastante evidente em Sultans of Swing, o êxito que lançou o grupo britânico. 


Fuga para Los Angeles

Depois de alguns anos a tocar nos bares de Tulsa, e de alguns singles gravados com o nome Johnny Cale, que não tiveram grande sucesso, Cale decidiu-se a seguir o exemplo de outros músicos locais, como David Gates, Leon Russell (então ainda Russell Bridges), ou Carl Radle, futuro baixista da banda de Eric Clapton, e rumou à Califórnia. Chegou a Los Angeles em 1964 e ali conheceu, através de Leon Russell, o produtor independente Snuff Garrett, que o coloca na editora Liberty, onde Garrett trabalhara e que gravará vários discos de Cale.

Nesses meados dos anos 60, Cale trabalha ainda num célebre bar de Sunset Strip, em Hollywood, o Whiskey A-Go-Go, que Elmer Valentine abrira inspirado no sucesso de um bar homónimoem Paris. Contratadopara cobrir as folgas de Johnny Rivers, o dinheiro que ganha com estas actuações, somado aos dividendos dos discos, ajuda-o a ir sobrevivendo. É Elmer Valentine quem lhe sugere que adopte o nome artístico J. J. Cale, para evitar confusões com o co-fundador dos Velvet Underground.

Em 1966, Garrett funda uma nova chancela, a Viva Records, e grava com Cale e outros músicos – agrupados sob a designação Letahercoated Minds – o álbum A Trip Down the Sunset Strip. É no contexto deste projecto que Cale compõe After Midnight, pensada para ser uma faixa instrumental do disco. Mas a música acaba por não entrar no álbum, e depois de Cale a transformar num tema cantado e de escrever a respectiva letra, edita-a, juntamente com Slow Motion, num single da Liberty, lançado ainda em 1966. 

Só quatro anos mais tarde, ao ouvir a sua própria canção na rádio, cantada por outro, é que J. J. Cale se apercebe de que Eric Clapton gravara uma versão de After Midnight. […]  [publico.pt]

 

Títulos disponíveis na biblioteca municipal.



publicado por bibliotecadafeira às 16:53
link do post | comentar | favorito

a biblioteca na Internet
homepage
catálogo
catálogo rcbe
facebook
contactos
mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


posts recentes

Caros (as) leitores (as),

Autor da semana: Miguel M...

Estreias - cinema

Na mesa dos poetas

Sugestão de leituras

Músico da semana: Eric Cl...

Autor da semana: Flávio C...

Estreias - cinema

Na mesa dos poetas

Sugestão de leituras

Autor da semana: Afonso C...

Estreias - cinema

Juan Gelman: 1930 - 2014

Sugestão de leituras

Músico da semana: Bruce S...

Autor da semana: Gastão C...

Estreias - cinema

Na mesa dos poetas

Sugestão de leituras

Músico da semana: Juana M...

Autor da semana: Mário Za...

Estreias - cinema

Músico da semana: Anna Ca...

Autor da semana: José Ben...

Aviso

Músico da semana: Gisela ...

Autor da semana: Maria Ve...

Estreias - cinema

Na mesa dos poetas

Sugestão de leituras

tags

todas as tags

arquivos

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

links
subscrever feeds