"acho que Emerson escreveu algures que uma biblioteca é uma espécie de caverna mágica cheia de mortos. e esses mortos podem renascer, podem voltar à vida quando abrimos as suas páginas." [BORGES, Jorge Luis in Este ofício de poeta]

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2013
Exposição "Vibrantes" de Helena Dias

 

No âmbito da programação de artes plásticas, a biblioteca municipal apresenta, amanhã, 30 de Novembro, pelas 17.30h, a exposição "Vibrantes" de Helena Dias.


horário:
segunda a sexta: 09h30 às 19h00
sábado: 10h00 às 17h00
patente até 19 de janeiro 2014



publicado por bibliotecadafeira às 15:05
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 22 de Julho de 2013
Prémio BES Revelação já tem vencedores

Diogo Evangelista, Nádia Ribeiro e André Romão são os vencedores deste prémio para jovens artistas.

Os três vencedores vão receber uma bolsa de 7500 euros cada para produzir as obras para uma exposição que será apresentada no Museu de Serralves em Outubro.

Diogo Evangelista, Nádia Ribeiro e André Romão, com projectos sobre a memória e o tempo, são os vencedores da edição de 2013 do Prémio BES Revelação.

O júri deste ano, que fez uma escolha por unanimidade, foi composto por Guillaume Désanges, curador independente que trabalha em Paris, Marina Fokidis, directora da Kunsthalle Athena, em Atenas, Nav Haq, curador no MHKA, Antuérpia, e Filipa Ramos, curadora independente portuguesa que trabalha e vive entre Londres e Milão. O prémio, entregue anualmente pelo Banco Espírito Santo e pela Fundação de Serralves, premeia artistas até aos 30 anos.

Diogo Evangelista (n. 1984) apresentou a concurso um projecto de vídeo, falsamente documental, em que parte de imagens fotográficas encontradas, bem como de material impresso e vídeos, para reflectir sobre os "arquétipos de deserto, sonho, ilusão, utopia e paraíso", explica o artista citado pelo comunicado de Serralves. O projecto associa "o planeta Marte a um paraíso perdido, representado pelas ilhas de Mauna Kea, no Havai, Faial, nos Açores, Nova Guiné, na Indonésia e Lanzarote, nas Ilhas Canárias".

Nádia Ribeiro (n. 1984) apresentará em Serralves uma série de imagens que estemunham a degradação de um conjunto de flores, recorrendo a diversos processos fotográficos, assim sublinhando a relação da fotografia com a temporalidade, explica o mesmo comunicado.

André Romão (n. 1984) venceu com um vídeo que cola todos os fragmentos do friso ocidental do Pártenon, espalhados por vários museus da Europa, testemunho do desmembramento da história do Ocidente. [publico.pt]



publicado por bibliotecadafeira às 13:45
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Outubro de 2011
Exposição "Livro-mundo" na biblioteca municipal

 

Exposição "Livro-mundo" até 6 de Novembro, na biblioteca municipal de Santa Maria da Feira.



publicado por bibliotecadafeira às 15:20
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011
Júlio Resende: 1917 - 2011

O pintor Júlio Resende morreu esta quarta-feira, em Valbom, Gondomar, aos 93 anos. O corpo do artista ficará em câmara-ardente na igreja paroquial de Valbom.

Júlio Resende, nascido no Porto a 23 de Outubro de 1917, frequentou as Escolas de Belas-Artes do Porto e de Paris, tendo iniciado a sua actividade artística como ilustrador em semanários infantis e na imprensa diária ainda quando era jovem.
Em 1946, ano em que apresentou a sua primeira exposição em Lisboa, José Resende obteve uma bolsa de estudo no estrangeiro do “Instituto para a Alta Cultura”, tendo sido nesta sua passagem pela Europa, em especial por Paris e Madrid, onde teve contacto com as obras de Picasso e Goya, que Júlio Resende despertou para a pintura abstraccionista.
"Mas eu queria, efectivamente, ser pintor! Talvez o destino me tenha proporcionado o primeiro passo. Aurora Jardim, figura conhecida nos meios literários e jornalísticos do Porto, intercedera junto do pintor Alberto Silva que dirigia, então, a Academia Silva Porto, para que eu viesse a frequentar as lições de pintura aí ministradas. Comprei a primeira caixa de tintas «a sério», e aprendi a colocar as cores na paleta, segundo as boas regras", escreveu o pintor, no site Lugar do Desenho – Fundação Júlio Resende, instituição onde está reunido um espólio de cerca de dois mil desenhos que Júlio Resende reuniu ao longo da sua carreira.
Na década de 1950, o pintor fixa-se no Porto, partilhando o tempo entre a arte e o ensino. Por influência da região, a gente do mar passou a constituir o tema dominaste da sua pintura, tendo apresentado a sua obra em exposições individuais em países como Espanha, Bélgica, Noruega e Brasil. Por vários anos, foi o representante de Portugal em exposições colectivas nas Bienais de Veneza, Ohio, Londres, Paris e São Paulo, nesta última destacando-se em 1951, quando venceu o Prémio Especial da Bienal. Em 1959, volta a surpreender, conseguindo uma menção honrosa, e dez anos depois, vence o Prémio Artes Gráficas na Bienal de Artes de S. Paulo, com ilustrações do romance "Aparição".
Nos anos 1960, Resende interessou-se ainda por projectos de decoração e arquitectura, colaborando na decoração do Palácio da Justiça de Lisboa, para onde realizou seis painéis em grés. No Porto, criou dois painéis cerâmicos para o Hospital de São João e ainda o gigantesco painel de azulejos "Ribeira Negra" existente à saída do tabuleiro inferior da Ponte de D. Luís I. Os painéis acabariam mesmo por se tornarem num dos seus trabalhos mais apreciados. 
Júlio Resende foi nomeado Membro da Academia Real das Ciências, Letras e Belas-Artes Belgas, em 1972, e em 1982 recebeu as insígnias de Comendador de Mérito Civil de Espanha atribuídas pelo Rei de Espanha.
Em Portugal foi distinguido com o Prémio AICA (Associação Internacional de Críticos de Arte) em 1985. [publico.pt]

 

Títulos disponíveis na biblioteca municipal.



publicado por bibliotecadafeira às 12:38
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 22 de Julho de 2011
Lucian Freud: 1922 - 2011

O pintor inglês Lucian Freud morreu esta quarta-feira à noite, aos 88 anos, em Londres. O artista plástico morreu na sequência de uma doença súbita, disse William Acquavella, das Acquavella Galleries, galerista de Freud, citado pelo New York Times. Neto do célebre psicólogo Sigmund Freud, Lucian emigrou, com a família, da Alemanha para Inglaterra no início dos anos 30 para fugir ao regime nazi, tendo adquirido naturalidade britânica em 1939.

Ingressou no mundo da arte cedo, iniciando os estudos na Central School Of Art, em Londres, cidade onde morreu nesta quarta-feira à noite, aos 88 anos.

Lucian Freud aproximou-se, numa primeira fase, da estética do surrealismo, mas durante os anos 1950 muda de registo estilístico. Começa a pintura de retratos, geralmente de nus humanos acompanhados de objectos, recorrendo à técnica de impasto.

"Eu pinto as pessoas não pelo que elas parecem, não exactamente como elas são, mas como elas deviam ser", disse o autor das pinturas "Naked Man With The Rat" e "After Cézanne".

Vinculado a uma linguagem figurativa, centrada na representação do corpo humano, pintou familiares e amigos no seu atelier durante décadas. Numa entrevista por ocasião de uma exposição do pintor no Centro Georges Pompidou, em Paris, em 2010, Freud sublinhava a importância da confiança e da intimidade com os modelos e das atmosferas. Uma ideia que atravessou a sua carreira, a atender a uma entrevista datada de 1974: "Trabalho a partir das pessoas que me interessam e com as quais me preocupo, em espaços em que eu vivo e conheço".

Num estudo sobre a cena artística londrina dos anos 60, o crítico de arte John Russell destacava na obra de Freud a relação entre o pintor e o corpo pintado, associando-a à "mais clássica relação do século XX, a do inquisidor e o inquirido".

Lucian Freud preferia a designação de biólogo – a sua outra profissão – à de artista, ressalvando a sua distância dos pintores românticos e da própria herança da psicanálise, desenvolvida pelo avô. Ao longo de uma carreira de cerca de 60 anos, o artista concentrou-se na representação da fisionomia humana, relegando para segundo plano a psicologia.

"Eu quero que a pintura seja carne. Para mim o quadro é a pessoa", disse em 2010, acrescentando que, embora apreciasse o orgânico, não lhe chegava reproduzi-lo. A "intensificação do real" foi o caminho que escolheu para pintar o "lado animal" do corpo humano.

Além do nu reflexivo – salientado numa exposição permanente de corpos obesos, desproporcionados e enrugados - que domina a obra do pintor, nascido em Berlim a 8 de Dezembro de 1922, o neto mais célebre de Sigmund Freud interessou-se ainda pela intertextualidade com pinturas de artistas como Cézanne, Watteau e Chardin, cujos quadros reinterpretou à sua maneira.

Em Portugal, "Naked Girl with Egg", uma obra da autoria do pintor britânico, pode ser vista, desde a passada sexta-feira, na Fundação EDP, no Porto, no âmbito da exposição "My Choice", composta por obras da colecção do British Council seleccionadas por Paula Rego. [publico.pt]

 



publicado por bibliotecadafeira às 10:28
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 10 de Maio de 2011
Artur Barrio vence Prémio Velázquez

 

O artista português, radicado no Brasil, Artur Barrio, venceu o Prémio Velázquez das Artes Plásticas 2011, no valor de 125 mil euros, anunciou esta terça-feira a ministra da Cultura espanhola, Ángeles González-Sinde. O Prémio Velázquez, considerado o Cervantes das Artes Plásticas, é concedido pelo Ministério da Cultura da Espanha desde2002 acandidatos propostos pelas academias de belas artes, museus de arte moderna e contemporânea, associações de críticos de arte e outras instituições de artes plásticas. O júri presidido por Ángeles Albert de León, directora geral das Belas Artes e Bens Culturais, e constituído por Doris Salcedo, Prémio Velázquez do ano passado, Pedro Lapa, director artístico do Museu Berardo, em Lisboa, Sheena Vanessa Wagstaff, curadora da Tate Modern, em Londres, entre outros, destacou no trabalho do português "a construção de uma poética radical, que produz uma relação e um eco com as situações políticas e sociais." "O seu trabalho, desenrolado através de acções, performances, instalações, vídeo, explora o efémero e o transitório, interessando-se pelos efeitos simbólicos e a aparição de uma beleza inesperada", escreveu o júri num comunicado, citado pelo "El País". [publico.pt]



publicado por bibliotecadafeira às 15:00
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 6 de Maio de 2011
"Indianos" - exposição de Paulo Neves na biblioteca municipal

 

A biblioteca municipal, no âmbito da programação de artes plásticas vai apresentar, a 14 de Maio de 2011, às 17h00, a exposição de escultura de Paulo Neves.

Para conhecer melhor a sua obra e o seu percurso poderá consultar o site: www.paulonevesescultor.com.

A exposição vai estar patente até 3 de Julho de 2011 e pode ser visitada de segunda a sábado, das 12h00 às 23h00 e domingo das 15h00 às 23h00.



publicado por bibliotecadafeira às 11:38
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 30 de Março de 2011
Ângelo de Sousa: 1938 - 2011

O pintor Ângelo de Sousa, uma das figuras marcantes da pintura portuguesa do último meio século, morreu ontem na sua casa no Porto, aos 73 anos, vítima de cancro.

Doente e afastado da sua arte desde há já vários meses, desapareceu agora um artista que foi "um dos protagonistas da contemporaneidade artística portuguesa, que se distinguiu sobretudo pelo seu experimentalismo e pela procura incessante de novas linguagens", disse ontem ao PÚBLICO João Fernandes, director do Museu de Arte Contemporânea de Serralves (MACS).

Ângelo César Cardoso de Sousa nasceu em Maputo (então Lourenço Marques), capital de Moçambique, em 1938. Em 1955 mudou-se para o Porto para frequentar a Escola de Belas-Artes, onde se formou em Pintura. Integrou, na década de 60, nesta cidade, o grupo "Os Quatro Vintes" (com Armando Alves, Jorge Pinheiro e José Rodrigues). Criou depois uma obra pessoal e única, que se expressou principalmente na pintura, mas que cultivou muitas outras formas e disciplinas artísticas, como o desenho, a escultura, a fotografia, o cinema e o vídeo amador.
Para sintetizar o sentido da obra de Ângelo de Sousa, João Fernandes cita, de memória, o título de um quadro seu: Algumas formas ao alcance de todos. "Ele sabia criar formas e cores, que colocava ao alcance de todos nós, como ninguém o tinha feito até aí. Deixa uma obra pioneira, não só no contexto português, mas também a nível internacional, que um dia será devidamente reconhecida em todo o mundo", acrescenta o director do MACS - em cuja colecção a obra de Ângelo de Sousa está devidamente representada.
Paralelamente à sua carreira de artista, e depois de ter frequentado, como bolseiro da Fundação Gulbenkian, a State School of Art e a Saint Martin"s School of Art, ambas em Londres, Ângelo de Sousa leccionou na ESBAP, onde se jubilou, no ano 2000, com a categoria de professor catedrático.
Desde o início da década de 60 realizou inúmeras exposições individuais e participou em colectivas em Portugal e muitos outros países.
Entre os vários prémios com que foi distinguido, assinalam-se o da Bienal de Arte de S. Paulo (1975), no Brasil, e o Prémio Fundação Calouste Gulbenkian/Arte (2007), em Lisboa. [publico.pt]

 

Títulos disponíveis na biblioteca municipal.

 



publicado por bibliotecadafeira às 10:50
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 26 de Novembro de 2010
José Rodrigues vence Prémio de Artes

 

A obra do mestre José Rodrigues, no panorama das Artes Plásticas portuguesas das últimas décadas, tem sido diversas vezes reconhecida através dos prémios "Artista do Ano", em 1990, e a condecoração com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, em 1994, assim como a participação em bienais internacionais como representante de Portugal.

Entre as suas obras mais conhecidas destaca-se o cubo da Praça da Ribeira, no Porto. O mestre também adquiriu e recuperou uma antiga fábrica de chapéus (a Fábrica Social), situada na freguesia de Santo Ildefonso, no Porto, que lhe serviu de atelier durante 20 anos e onde instalou uma fundação com o seu nome. O edifício integra ateliers, salas de exposições, permanentes e temporárias, e um auditório.

O prémio, que já vai na quinta edição, pretende reconhecer o contributo de um determinado artista para a arte e cultura em Portugal.  A cerimónia de entrega do prémio está marcada para o dia 10 de Dezembro, na Póvoa de Varzim. [dn.pt]

 

Títulos disponíveis na biblioteca municipal.



publicado por bibliotecadafeira às 12:34
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010
Francisco Tropa representa Portugal na Bienal de Veneza

O artista plástico Francisco Tropa vai ser o representante de Portugal na próxima edição da Bienal de Veneza, a decorre entre os dias 4 de Junho e 27 de Novembro de 2011.

Esta participação nacional terá curadoria do comissário Sérgio Mah, director artístico da PHotoEspaña, Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais, de 2008 até 2010. 
A notícia foi avançada pela revista L+Arte. A proposta de participação feita pela Direcção-Geral das Artes estará no gabinete da ministra da Cultura para aprovação final. 
Francisco Tropa começou a expor individualmente em 1991 na Galeria Monumental, Lisboa. O seu trabalho suscitou, desde cedo, o interesse e o apoio activo de diferentes agentes do contexto artístico, tendo sido seleccionado para o Prémio União Latina na Fundação Gulbenkian e na Culturgest (1996 e 1998). Ganhou o Prémio da 7ª Bienal das Caldas da Rainha (1997), realizou uma exposição individual na Fundação de Serralves (1998), representou Portugal (em conjunto com Lourdes Castro) na Bienal de São Paulo (1998), participou na Bienal de Melbourne, na Austrália (1999), e na Manifesta em Liubliana (2000).
Francisco Tropa tem até dia 27 uma exposição na galeria que o representa, a Quadrado Azul, em Lisboa. [publico.pt]



publicado por bibliotecadafeira às 12:00
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 13 de Julho de 2010
Inscrições abertas para concurso Jovens Criadores´10

As inscrições para a 14ª edição do concurso Jovens Criadores´10 encontram-se abertas, até ao próximo dia 26, destinadas a artistas em início de carreira, até aos 30 anos, de nacionalidade portuguesa ou residentes no país, para as áreas de Artes Digitais, Artes Plásticas, Banda Desenhada, Dança, Design de Equipamento, Design Gráfico, Fotografia, Ilustração, Joalharia, Literatura, Moda, Música, Teatro e Vídeo.

 

Nesta edição, o concurso reserva ainda uma sub-área de artes plásticas, intitulada «Res Publica», por ocasião das Comemorações do Centenário da República, que este ano se celebra. Os participantes têm aqui a oportunidade de submeter Trabalhos no campo da arte pública, inspirados no tema «A República».

 

Os interessados deverão consultar o regulamento no site da iniciativa, do Clube Português Artes e Ideias, onde podem encontrar também a ficha de inscrição. Os projectos seleccionados por parte de júris especializados em cada área artística serão apresentados na Mostra Jovens Criadores´10.

 

Do corpo de artistas seleccionados é escolhida uma delegação que representará Portugal na próxima edição da Bienal de Jovens Criadores da Europa e do Mediterrâneo ou da Mostra de Jovens Criadores da CPLP.


Desde 1996, a Mostra Jovens Criadores já se realizou em Lisboa, Guarda, Aveiro, Braga, Porto, Coimbra, Santa Maria da Feira, Silves, Amarante, Montijo, Odivelas e Évora, tendo sido plataforma de lançamento e confirmação de criadores que têm contribuído para uma renovação do panorama artístico nacional. Pelo certame, já passaram nomes como Alexandra Moura, André Murraças, André Sier, Cristina Filipe, Gonçalo M. Tavares, João Fazenda, João Garcia Miguel, João Pedro Vale, José Luís Peixoto, Rudolfo Quintas, Soraya Vasconcelos ou Tiago Guedes. [diariodigital.pt]

 



publicado por bibliotecadafeira às 15:14
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 20 de Maio de 2010
Alexandra de Pinho na biblioteca municipal

 

No âmbito da programação de artes plásticas, a biblioteca municipal inaugurará, no próximo dia 22 de Maio às 17h30, a exposição "Narrativa de fugas: o corpus umbilicus na cesura dos tempos" de Alexandra de Pinho.

 



publicado por bibliotecadafeira às 18:15
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 24 de Julho de 2009
André Silva - exposição Virtus

 

O Pelouro da Cultura e a Biblioteca Municipal, no âmbito da sua programação nas artes plásticas, apresenta a exposição Virtus de André Silva.
Será inaugurada dia 25 de Julho às 18h00. 
A exposição vai estar patente até 30 de Agosto de 2009 e pode ser visitada de segunda a sábado, das 12h00 às 23h00 e domingo das 15h00 às 23h00.

 



publicado por bibliotecadafeira às 15:55
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 20 de Abril de 2009
Gabriel Abrantes é o vencedor da 8ª edição do Prémio EDP Novos Artistas

O artista plástico Gabriel Abrantes, 25 anos, é o vencedor da 8ª edição do Prémio EDP Novos Artistas, que visa distinguir valores emergentes da arte contemporânea.

O júri, que esteve hoje reunido, também decidiu atribuir uma menção honrosa a Mauro Cerqueira, 27 anos.

De acordo com a mesma fonte da Fundação EDP, é a primeira vez que um júri deste galardão decide atribuir uma menção honrosa para além de eleger o vencedor. [rtp.pt]


publicado por bibliotecadafeira às 15:20
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
Prémio Fidelidade Mundial Jovens Pintores

 

 

 

  

S/ título (da série Dromos) acrílico sobre tela 200x300cm, 2008-9

 

André Silva, o jovem artista residente em Santa Maria da Feira é um dos 6 artistas escolhidos para a Exposição no Chiado8 que será comissariada pelo curador da Culturgest,  Miguel Wandschneider. A exposição inaugura amanhã, pelas 19h e estará patente até ao dia 8 de Maio.
A série de pinturas que André Silva apresenta intitulada Dromos constitui uma metáfora entre a dromomania (compulsão para caminhar) e os efeitos de aceleração e velocidade nas sociedades contemporâneas. Desta forma, o artista desenvolve o conceito de psicocartografias. A pintura é construída por várias camadas de cores transparentes e opacas, as quais são submetidas a um tratamento gráfico. O vocabulário utilizado revela diferentes formas de abstracção e combina campos de cor que se estendem assimetricamente com linhas dinâmicas no espaço pictórico. Neste aparente caos, o olhar oscila entre o todo e o pormenor, traça lugares reais e imaginários, edifícios e disposições urbanas, é um trabalho sobre a fantasia do escape porque retrata gestos de uma sociedade sempre em constante deslocação.
Deste modo a referência de discussão do trabalho, pode ser Paul Virilio, com os seus conceitos de velocidade, globalização e uma espécie de “desconstrução do mundo”. Um mundo percebido com a velocidade, procurando um código para representar os territórios, traduzindo a sensação através de um sistema de sinais e de cores, realizando uma reconstrução dos territórios para em seguida os desconstruir. Reflecte um relacionamento apressado, composto de cruzamentos, dos desengates de um itinerário que nunca se transforma em viagem, e de percepções que nunca são transformadas em relacionamentos com lugares, que nunca constituem um “lugar”.
Alexandra de Pinho

 



publicado por bibliotecadafeira às 19:04
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009
Aguarelista espanhol Rafael Sempere: 1928-2009

 

O artista valenciano Rafael Sempere, um dos mais importantes aguarelistas espanhóis, faleceu na sua residência em Valência, aos 80 anos.
Nascido em Tibi (Alicante), em 1928, Sempere estudou Medicina na Universidade de Valência, doutorando-se em Cirurgia.
Trabalhou até à reforma no departamento de Anestesiologia e Reanimação do Hospital Clínico de Valência e, a par da sua actividade clínica, foi um prestigiado aguarelista e desenhador, membro do grupo "Pont de Fusta". Venceu numerosos prémios nacionais e internacionais.
Sempere é também autor de um livro, `Imágenes de la memoria recuperada. Recuerdos de un médico rural`, no qual descreve a sua trajectória profissional como médico rural em diversas localidades da Comunidade Valenciana. [rtp.pt]


publicado por bibliotecadafeira às 18:26
link do post | comentar | favorito

Academia Nacional de Belas Artes distingue obra de José de Guimarães
 
 
José de Guimarães foi distinguido com o Prémio Doutor Gustavo Cordeiro Ramos da Academia Nacional de Belas Artes, tendo o Júri deliberado por unanimidade contemplar com o referido prémio a escultura Favela.
O artista apresentou esta obra de 2,65x4,20m como peça de destaque na sua exposição "Mundos, Cuerpo y Alma" , inaugurada em Maio de 2008 no Museu Würth, em Espanha, por revelar inquietações a propósito da imigração e do relacionamento cultural consequente deste fenómeno. 
Favela foi realizada a partir de uma multiplicidade de técnicas e materiais, onde a madeira e os pigmentos abundam por entre bandeiras, luzes de neón e outros elementos.  A aquisição desta obra para acervo do Museu foi anunciada no dia de encerramento da exposição em La Rioja, e contou com a presença do próprio artista, do Presidente de La Rioja, Pedro Sanz e ainda com o nosso Ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, tendo este salientado o facto do artista José de Guimarães ser um dos expoentes internacionalmente mais reconhecidos da cultura em Portugal.
A entrega do prémio decorrerá em data a fixar oportunamente, na sede da Academia Nacional de Belas Artes, em Lisboa.
 
Alexandra de Pinho
 


publicado por bibliotecadafeira às 10:10
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009
Desenhos: A-Z

 

 
Colecção Madeira Coporate Services
 
"Temos o desenho-mapa, o desenho de projecto, o desenho de desejo, o desenho do desenho, o desenho de telefone. É um meio múltiplo, multifacetado, extenso e espero que esta apresentação mostre a variedade de possibilidades que ele contém, enquanto meio, formato e prática." (1)
 
Adriano Pedrosa (co-curador da 27ªBienal de São Paulo) apresenta um interessante diálogo entre obras de artistas emergentes e de referência internacional, para visitar até 29 de Março no Museu da Cidade em Lisboa. Por entre  traços, manchas e uma variedade de grafismos vinculados ao desenho, este projecto amplia a actuação ao seu próprio conceito, promovendo o relacionamento com outros meios de expressão.  
Assim, o comissário reúne desenhos desde Julião Sarmento, José Pedro Croft, Rui Toscano, Pedro Barateiro até aos mais jovens como André Silva, de Santa Maria da Feira, entre outros de várias nacionalidades, com um propósito real de confrontar as derivações presentes na arte contemporânea.
 

(1)Carla Zaccagnini, publicado no catálogo da colecção

 

Alexandra de Pinho



publicado por bibliotecadafeira às 11:21
link do post | comentar | favorito

a biblioteca na Internet
homepage
catálogo
catálogo rcbe
facebook
contactos
mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


posts recentes

Exposição "Vibrantes" de ...

Prémio BES Revelação já t...

Exposição "Livro-mundo" n...

Júlio Resende: 1917 - 201...

Lucian Freud: 1922 - 2011

Artur Barrio vence Prémio...

"Indianos" - exposição de...

Ângelo de Sousa: 1938 - 2...

José Rodrigues vence Prém...

Francisco Tropa represent...

Inscrições abertas para c...

Alexandra de Pinho na bib...

André Silva - exposição V...

Gabriel Abrantes é o venc...

Prémio Fidelidade Mundial...

Aguarelista espanhol Rafa...

Academia Nacional de Bela...

Desenhos: A-Z

tags

todas as tags

arquivos

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

links
subscrever feeds